Violino - Academia de Música Santa Maria da Feira

Ir para o conteúdo

Menu principal:

OFERTA PEDAGÓGICA

VIOLINO

A partir do século XX a importância do violino foi alargada a praticamente todo o mundo o que se refletiu no aumento exponencial do seu repertório a áreas tão diversas como o jazz, pop, rock e música tradicional.

PROFESSORES:
António Fernando Silva
Bruno Monteiro [+]
Hélder Sá [+]
Vera Alemão

Violino (esquerda) e a Viola (direita).

VIOLINO
O violino pertence à família dos cordofones friccionados, que engloba a viola de arco, o violoncelo e o contrabaixo, e é o seu elemento mais agudo. O som é produzido recorrendo a um arco que fricciona as quatro cordas de forma isolada podendo no entanto produzir duas, três ou mesmo quatro notas simultâneas. Pode igualmente ser dedilhado, técnica que se denomina pizzicato. A sua forma atual data de meados do século XVI, com ligeiras modificações, e os construtores mais famosos de violinos, os luthiers, foram Stradivari, Stainer e as famílias Guarneri e Amati.
Devido às suas extraordinárias qualidades melódicas, harmónicas, ao seu timbre e virtuosismo muitíssimo elevado nas mãos dos seus mais exímios executantes como foram Corelli, Vivaldi, Viotti, Paganini, Wieniawski ou Ysaÿe, o violino foi e continua a ser utilizado em praticamente todos os géneros musicais e diversas formações tanto com elementos da sua família como outros instrumentos, estando em maioria numérica nas orquestras de câmara e sinfónicas, o que denota a sua importância na música ocidental dos últimos séculos.

VIOLA
A viola é um instrumento musical da família do violino (de arco e quatro cordas) e visualmente assemelha-se a este (inclusive na maneira de se tocar), entretanto possui um som mais encorpado, doce, menos estridente e mais grave. A sua tessitura é intermediária entre o violino e o violoncelo. Além destes três instrumentos, a família dos instrumentos de cordas friccionadas possui o contrabaixo. Assim, como outros instrumentos de cordas, as violas também podem ser amplificadas eletronicamente. É utilizada na música popular, no jazz e no rock, embora a sua utilização mais comum seja na música clássica, principalmente em naipes de cordas de orquestras, ou em formações de música de câmara como o quarteto de cordas.

TIMBRE DA VIOLA
Afinada nos tons Lá (1°corda), Ré (2°corda), Sol (3°corda), Dó (4°corda), a viola possui um notável poder expressivo de acento mais suave, recolhido e melancólico.
A viola é um instrumento que utiliza a clave de Dó (na terceira linha) e em regiões muito agudas utiliza a clave de sol.

Representação das notas das cordas soltas:


 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o menu principal